Atividades da Sede Central Izunome – Nº III

Série de informativos sobre as atividades dos membros da Sede Central Izunome no Japão, que caminham com o mesmo sentimento de Kyoshu-Sama.

Inauguração da igreja Minami-Kyushu – 30 de julho de 2018

A igreja Minami-Kyushu foi inaugurada para atender os membros que residem nas províncias de Miyazaki e Kagoshima, localizadas ao sul da ilha de Kyushu.

Os seguidores de Meishu-Sama, cientes de que a igreja espiritual existe em nosso interior, agradeceram por estarem sendo constantemente guiados por Deus e, ao mesmo tempo, renovaram o sentimento de querer aprender com Meishu-Sama e seguir pelo caminho que nos levará a renascer como filhos de Deus.

Apresentamos alguns comentários dos membros que participaram da inauguração:

– Tinha o pensamento de que “certamente teremos a permissão de receber uma nova igreja”. Ao mesmo tempo em que entregava esse sentimento a Deus, servia na Obra Divina com paciência por ter certeza de que Deus atuaria no momento propício. Não encontro outra palavra para expressar meu sentimento com relação a inauguração da nova igreja a não ser: “gratidão”. Esse sentimento derramou lágrimas que não paravam de correr pelo meu rosto.

– Mesmo em meio a uma severa purificação, pude saborear esse momento (da inauguração) com muita alegria. Tinha insegurança com o futuro, mas senti que foi algo especial.

– Sinto-me satisfeita, pois é uma igreja que construímos com nossas mãos, que está perto de nós, que sentimos vontade de entrar e que nos traz ânimo.

– Sempre me empenhei para transmitir ao maior número de pessoas a nova forma de salvação alicerçada nas orientações de Kyoshu-Sama, mas (na Igreja Izunome) não nos permitiram mais estudar as suas palavras e pediram para que nos retirássemos da unidade. Por isso, pedi minha transferência para a Sede Central Izunome, que é filiada a Igreja Su no Hikari. Hoje, sinto gratidão por poder frequentar a unidade, uma igreja em que podemos servir na nova salvação, com descontração.

“Caminharemos sempre unidos ao sentimento de Kyoshu-Sama”

Este conteúdo está disponível em: 日本語 English