No dia 18 de agosto, ministros e funcionários da Região Hokuriku-Kansai tiveram um encontro com Kyoshu-Sama, no qual também estiveram presentes a Sra. Mayumi Okada, esposa de Kyoshu-Sama, e Masaaki-Sama. O encontro foi realizado no Centro de Conferências Breezé Plaza, na cidade de Osaka.

Nesse encontro, Kyoshu-Sama respondeu as perguntas feitas pelos ministros:

———————————————-

Pergunta:

A Igreja Izunome está fechando igrejas e Johrei Centers. Nós já estamos procurando novos locais para abrir unidades. Como devemos pensar a respeito de como deve ser o local mais propício para ser a unidade que receberá Deus?

Resposta (trechos):

“Uma unidade consiste numa igreja ou Johrei Center e, em grande escala, no Templo Messiânico do Solo Sagrado, não é verdade? Contudo, tudo isso é a nossa própria existência. Unidades, como igrejas ou Johrei Centers, são um reflexo de nós mesmos (…).

Em suma, é o local onde muitas pessoas são recebidas. O local onde recebemos pessoas, as conduzimos até o altar e, depois, escutamos seus vários relatos, não é verdade?

Entretanto, elas (as unidades) não são um reflexo de nós mesmos? Na verdade, creio que cada um de nós é uma igreja, uma unidade! No Paraíso, local da nossa origem e o mundo que antecedeu a Criação, Deus nos disse: “Utilizarei cada um de vocês como uma igreja (a casa do Senhor).

Penso ser necessário, primeiramente, que cada um de nós reconheça claramente que somos uma unidade ambulante, uma igreja ambulante, que Meishu-Sama está no nosso centro, que o Messias está no centro de Meishu-Sama e que Deus está no centro do Messias.”

———————————————-

Masaaki-Sama também atendeu as perguntas feitas à ele, transmitindo seu próprio pensamento:

Pergunta: Qual será a missão da nossa religião daqui para frente e qual é o seu desejo e expectativa quanto à Difusão Mundial?

Resposta: “A missão da Sede Central Izunome é herdar verdadeiramente o alicerce edificado por Meishu-Sama e pelos reverendos pioneiros da nossa religião, cultivando a fé que realmente oferece tudo a Deus, servindo-O. Creio que ela tem a grandiosa missão de fazer com que avancemos juntos carregando conosco a fé de servir Deus.

Por esse motivo, mesmo quando aquilo que vivenciamos hoje se tornar algo do passado, eu também pretendo não me esquecer destes acontecimentos. Além disso, quero seguir em frente juntamente com os senhores, esforçando-me para que, conforme a Sede Central Izunome ganha gradativamente estabilidade e estrutura organizacional, deixemos os acontecimentos atuais gravados em nossos corações para que a situação atual não se repita novamente.”

No dia 19 de agosto, no mesmo local, foi realizada a primeira Cerimônia de Outorga da Sede Central Izunome.

Assim como rege o artigo 7 do estatuto da nossa Igreja (o Líder Espiritual outorga as imagens para os altares e os Ohikari), foi solicitado para que Kyoshu-Sama realizasse a outorga do Ohikari nesse dia.

Posteriormente, Kyoshu-Sama participou do Encontro de Missionários da Região Hokuriku-Kansai, onde ele respondeu as perguntas feitas pelos membros:

———————————————-

Pergunta:

Sofro com a formação dos meus descendentes como herdeiros da fé. O que devo fazer para formá-los dentro dessa nova etapa?

Resposta (trechos):

“Foi Deus quem preparou a fé que herdamos de nossos pais, não é verdade? Portanto, a fé não existe em prol dos seres humanos, mas sim em prol Dele.

Certamente, existe um propósito da Criação de Deus com relação ao fato Dele nos ter preparado a fé. A própria fé em si é esse mesmo objetivo da Criação de Deus, pois ela nos foi preparada por Ele. Tudo o que Deus preparou foi criado para que possamos cumprir com o objetivo da Criação.

Creio que o encaminhamento, ou seja, a pessoa receber ou não o Ohikari, é algo que ocorre conforme a conveniência de Deus. É natural e bom que tenhamos esse desejo (de encaminhar alguém), mas antes de desejarmos isso, cada um de nós deve abrir o próprio coração para Deus e cultivar a semente da fé que Ele plantou dentro de nós. Assim sendo, sinto que Deus está atuando para que voltemos nosso coração para Ele, aproximando e unindo nossos pensamentos com os Seus. Penso que o melhor é acreditarmos em Deus e desejarmos evoluir cada vez mais a nossa fé.”

———————————————-

Masaaki-Sama também atendeu as perguntas que lhe foram feitas, como: Com que sentimento o senhor está indo visitar a difusão na Alemanha? Ensine-nos, por favor, o que o senhor sente a respeito dessa viagem.

Resposta: “O fato de Jesus de Nazaré ter dito que todos precisamos nascer de novo, consiste no verdadeiro sentimento de Deus.

Apesar dessa mensagem ter sido transmitida há 2.000 anos, ela não foi herdada pelo cristianismo. Entretanto, cada um de nós deve buscar compreender o sentimento de Deus ao fazer com que Meishu-Sama recebesse o Seu verdadeiro sentimento, passados mais de 2.000 anos, aqui no Japão, um local distante do oriente-médio, onde Jesus nasceu, que também fica afastado dos continentes americano e europeu.

Portanto, creio que a nossa missão é transmitir o verdadeiro significado do termo Messias – Cristo – para os mais de 2 bilhões de fieis do cristianismo.”

No mesmo dia, foi realizado um encontro de jovens com Masaaki-Sama. Nessa ocasião, ele transmitiu as seguintes palavras:

“Sinto o valor de ter oferecido a minha vida para seguir o caminho que Meishu-Sama nos ensinou, que é salvar a humanidade. Obviamente, não encontro palavras para expressar a gratidão que eu tenho, principalmente por Deus, pelo fato de eu ter tido a permissão de adentrar na vida missionária, algo que não seria possível sem a atuação dos meus antepassados e dos ministros pioneiros.

Mesmo que haja um motivo peculiar para cada um de nós, acredito que adentramos nesse caminho convidados por Deus e Meishu-Sama.

Portanto, pretendo percorrer esse caminho, independentemente do local onde eu esteja, juntamente com todos os senhores.”

Com essas palavras, ele transmitiu aos jovens seu sentimento e determinação.

Este conteúdo está disponível em: 日本語 English