안녕하세요! – An-nyeong-ha-se-yo! (Boa noite!)

Hoje, segundo dia da viagem missionária de Kyoshu-Sama à Coreia do Sul, foi realizado o Encontro de Ministros e Missionários no Johrei Center de Masan.

Primeiramente, todos entoaram a oração Amatsu-Norito com Kyoshu-Sama. Após ministrar Johrei coletivo, Kyoshu-Sama leu o texto “Palavras de Começo”, para compartilhar seu sentimento com os participantes. Em seguida, o Rev. Yun, presidente da Sede Central da Coreia do Sul, saudou os participantes: “Realizamos até hoje estudos dos Ensinamentos de Meishu-Sama com base nas palavras de Kyoshu-Sama. Contudo, estamos tendo a permissão de receber, pela primeira vez, diretamente a orientação de Kyoshu-Sama na Coreia do Sul e agradeço por isso de todo meu coração.”

A seguir, o Rev. Shirasawa, presidente da Sede Central Izunome, explicou sobre as intenções daqueles que se autoproclamam diretores da Igreja Mãe e relatou a todos sobre a realização do Culto do Outono na cidade de Osaka e sobre a criação da Igreja Mundial do Messias no Brasil. Ele também agradeceu pelo fato da Sede Central da Coreia do Sul ter sido um dos primeiros países do exterior a se levantar para apoiar Kyoshu-Sama, demonstrando claramente o desejo de servir na etapa completamente nova da Obra Divina: “Cada um de nós deseja receber a luz de Deus impregnada no nome Messias, que é uno a Meishu-Sama. Assim sendo, vamos servir juntos na Obra Divina que se expande pela Coreia do Sul e pelo mundo inteiro!”

Posteriormente, Kyoshu-Sama relatou os motivos que o levaram a transmitir a mensagem no Culto do Início da Primavera do ano passado e, relembrando os fatos que se sucederam na purificação que a nossa religião passou há 30 anos, explicou sobre o pensamento acerca do Trono de Kyoshu e o porquê a Igreja Izunome foi instituída, relatando também o que ele sentiu por causa de toda a situação que foi gerada nos últimos meses.

Em seguida, Kyoshu-Sama respondeu carinhosamente às perguntas feitas pelos ministros. Apresentamos aqui algumas delas:

—————————-

Pergunta:

Creio que na Coreia do Sul, durante muitos anos, veio sendo praticado o Johrei com características focadas em tratamento terapêutico. Desejo receber a orientação de Kyoshu-Sama a respeito da prática do Johrei dentro da etapa completamente nova da fé. Eu próprio sinto dificuldades de mudar. O que posso fazer com relação a isso? Oriente-nos a esse respeito, por favor.

Resposta (trechos):

O mesmo ocorre no Japão. Meishu-Sama nos legou o Johrei e todos os membros têm o privilégio de poder ministrá-lo. Foi graças ao Johrei que vivenciamos um grande número de milagres, não é verdade? Todavia, penso que o seu objetivo principal não seja somente a ocorrência de milagres. Devemos pensar que tudo faz parte do objetivo da Criação de Deus e que esse objetivo divino consiste na criação de filhos que se assemelhem com o Criador. Portanto, creio que devemos ter o propósito da Criação de Deus como base para pensar a respeito de tudo ao nosso redor. É como se Ele estivesse nos dizendo: “Regressem o mais rápido possível para o Paraíso, o local onde outorguei-lhes a vida! Conheçam quem é o verdadeiro pai da sua vida e regressem à sua própria origem!”. Penso que esse é o objetivo pelo qual Meishu-Sama nos legou o Johrei.

Meishu-Sama nos ensina a respeito das toxinas, não é verdade? Gostaria de pensarmos juntos a respeito do que isso significa. O fármaco também é uma entre as muitas existências. Ele é composto de moléculas, que possuem um núcleo. No centro do núcleo das moléculas de tudo o que existe, foi inserida a vontade da Criação de Deus e, ao mesmo tempo, o desejo de que todas as existências sejam úteis ao Seu propósito da Criação. Os seres humanos também fazem parte disso. Por sermos existências criadas, somos capazes de mover nossa consciência. Somos seres unos a todas as existências, não é verdade? Por esse motivo, o fato de estarmos aqui hoje reunidos é a manifestação da Criação que está sendo realizada por Deus. Será que somos capazes de utilizar todas as existências para o cumprimento de um objetivo pessoal? Por termos ignorado todas as existências, em outras palavras, utilizamos os fármacos porque queremos melhorar o nosso estado físico e isso se deve ao pensamento materialista de ignorar Deus. Dessa forma, não estamos alegrando todas as existências. Penso que, ao ter dito que os fármacos são um veneno, Meishu-Sama está nos ensinando que não prestamos atenção nas demais existências e usamos os fármacos sem atentarmos para a vontade de Deus. Ou seja, para nos ensinar que a maneira com que fazemos uso da medicina está completamente afastada do propósito de Deus.

Por conseguinte, caso venhamos a passar por uma situação em que não há outra alternativa senão termos que utilizar um fármaco, devemos agradecer ao medicamento como que agradecendo a todas as existências. Deus preparou tudo o que existe para que possamos nascer de novo como Seus verdadeiros filhos e, portanto, todas as existências estão se empenhando para que isso aconteça. Penso que fazer uso dos fármacos com esse pensamento não venha a ser algo ruim. Agindo dessa forma, estaremos alegrando a Deus e a todas as existências.

—————————-

Após a leitura do texto “Palavras de Encerramento”, todos os participantes tiraram uma foto comemorativa com Kyoshu-Sama. Posteriormente, Kyoshu-Sama e sua comitiva cumprimentaram um a um todos os ministros e missionários que participaram do encontro.

Esse encontro ficará para sempre na memória de todos, pois foi fundamental para os ministros e missionários da Coreia do Sul reforçarem sua determinação de servir, em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, na verdadeira Obra Divina almejada por Meishu-Sama.

Este conteúdo está disponível em: 日本語 English