– Comemoração pelos 30 anos de Fundação da Sede Central da Coreia do Sul –

안녕하세요! – An-nyeong-ha-se-yo! (Boa noite!)

Após participar dos eventos em Miryang, Kyoshu-Sama e sua comitiva visitaram o Johrei Center de Seul, localizado em um bairro residencial da capital sul-coreana. Desde que souberam da viagem missionária de Kyoshu-Sama à Coreia do Sul, em agosto deste ano, os membros do Johrei Center de Seul se prepararam durante três meses para recebê-lo. Todos dedicaram com carinho na limpeza das instalações e jardins, pois, para eles, seria uma data especial e todos desejavam receber Kyoshu-Sama com muita gratidão.

Kyoshu-Sama, sua esposa, a Sra. Mayumi Okada, e o Masaaki-Sama chegaram por volta das 10 horas. A comitiva foi recebida com uma salva de palmas e crianças entregaram à Kyoshu-Sama, sua esposa e ao Masaaki-Sama buquês de flores feitos pelos membros. Em seguida, visitaram o jardim e apreciaram as flores, as plantas e a pequena horta-caseira que os membros cuidam com muito carinho.

O encontro com os membros começou com a oração Amatsu-Norito, entoada por Kyoshu-Sama. Após a ministração do Johrei coletivo, a Min. Jyung, responsável pelo Johrei Center de Seul, transmitiu com lágrimas nos olhos a gratidão por estarem recebendo Kyoshu-Sama: “Não consigo acreditar que estamos recebendo Kyoshu-Sama! Agradeço de todo meu coração por ele ter vindo ao nosso Johrei Center, apesar de ser tão modesto. Acredito que o fato de termos tido a permissão da presença de Kyoshu-Sama é, para mim, uma grande chance de adquirir confiança, coragem e forças. Comprometo-me em estudar e praticar com afinco as palavras de Kyoshu-Sama. Desejo que todos os membros também se empenhem nesse sentido.”
Kyoshu-Sama, primeiramente, saudou os membros em coreano, que retribuíram com uma calorosa salva de palmas.

A seguir, Kyoshu-Sama transmitiu sua gratidão e alegria: “Recebo o sentimento de todos os membros do Johrei Center de Seul, a começar pelo da Min. Jyung. Os membros da Coreia do Sul, a começar pelo presidente Yun, demonstraram sua decisão de compartilhar o mesmo sentimento que o meu e seguir em frente pelo verdadeiro caminho traçado por Meishu-Sama. Foi dessa forma que eu, minha esposa e meu filho, Masaaki, fomos convidados para vir à Coreia do Sul. Agradeço aos senhores de todo meu coração. Afinal, a determinação dos senhores possibilitou a primeira visita de Kyoshu – Líder Espiritual – à Coreia do Sul.”

Depois, Kyoshu-Sama disse: “O que eu desejo transmitir aos senhores hoje é que cada um de nós possui o ‘início’. Ou seja, viemos a este mundo carregando conosco esse ‘início’”. Dessa forma, explicou que o objetivo da Criação de Deus é dar a vida a filhos que sejam a Sua imagem e semelhança e que, para isso, Deus preparou o Paraíso – o início da Criação – para que viesse a dar a vida para cada um de nós. Apresentamos a seguir, um trecho das palavras de Kyoshu-Sama nessa ocasião:

———-

O que eu desejo transmitir aos senhores hoje é que cada um de nós é o ‘início’. Ou seja, viemos a este mundo carregando conosco esse ‘início’.

O objetivo da Criação de Deus é fazer com que Seus filhos nasçam à Sua imagem e semelhança e, para isso, Deus preparou o Paraíso – o início da Criação.

Nele, Deus criou seres espirituais que posteriormente se tornaram os seres humanos e todas as demais existências. Todos nós servimos em comunhão com Deus no Paraíso. Para que fôssemos enviados à Terra, primeiramente, Deus realizou a Criação. Nesse momento, fomos utilizados por Ele para a Criação de tudo o que existe. Ao sermos enviados à Terra e passarmos a ser criados e educados com todas as existências, Deus criou a nossa consciência individualista, os nossos sentimentos. Por esse motivo, cada um de nós passou a adquirir um senso de individualidade.

Agora, cada um de nós precisa perceber que Deus é o nosso verdadeiro Pai e nos empenharmos para servir, em comunhão com Meishu-Sama, na obra de Criação de Deus.

As moléculas não possuem uma consciência individual e, por isso, não conseguem regressar ao Paraíso. Os ser humano é composto de moléculas e, por esse motivo, creio que o nosso dever é retornar conscientemente ao Paraíso com todas as existências e com toda a humanidade.

Toda a Criação de Deus está concentrada dentro de cada um de nós! Em nosso interior, também estão reunidas milhares de informações referentes a todas as existências, bem como a evolução de cada uma delas e de todos os nossos antepassados. Por conseguinte, a grandiosa obra de Criação de Deus consiste em relembrarmos quem é o verdadeiro Pai das nossas vidas e regressarmos ao Paraíso!

Nós nos esquecemos que Deus é o nosso verdadeiro Pai e, portanto, somos existências que precisam ser perdoadas e se arrepender de O termos ignorado. Deus nos outorgou, no Paraíso, o nome Messias e nos perdoou pelo fato de termos nos esquecido Dele. O sentimento de querer fazer com que nos tornemos Seus filhos está impregnado no nome Messias.

O nome Messias é um caminho importantíssimo para regressarmos ao Paraíso. Deus já preparou, antecipadamente, esse caminho. Aprendemos sobre o nome Messias através de Meishu-Sama. Por esse motivo, temos que nos empenhar para dizer a Deus: “Em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, regresso ao Paraíso com toda a humanidade e com todas as existências.”

Inúmeros fatores foram preparados para que consigamos perceber que Deus é o pai das nossas vidas e que é Ele quem governa tudo e a todos. Política, Economia, Religião, Ciência e todas as ideologias também foram preparadas por Deus. Tudo isso é para que possamos relembrar de Deus, recordar do Paraíso e regressar à origem de Deus. As três colunas da salvação – o Johrei, a Agricultura Natural e o Belo –, praticadas por cada um de nós, também são atividades preparadas por Deus para que possamos regressar a Sua origem.

Mesmo tratando-se de atividades artísticas, como a vivificação de flores, penso ser necessário que elas sejam feitas com o sentimento voltado para Deus, que criou cada um de nós e tenta nos formar com afinco para que nos tornemos verdadeiros filhos Seus. Meishu-Sama nos ensina que o Reino dos Céus é o mundo da Arte. Como o Paraíso se faz presente em todos os lugares, nos é permitido vivificar flores em vários locais.

Quanto a prática do Johrei, se houverem milagres com a ministração do Johrei, isso é motivo de gratidão. Deus realiza inúmeros milagres através do Johrei, mas existem doenças que são curadas e outras situações que não ocorre a cura, não é verdade? Se as pessoas que foram curadas são salvas e o mesmo não ocorre com aquelas que não tiveram a cura, isso é algo que difere do sentimento de Deus que é salvar toda a humanidade.
Viemos escondendo e ignorando essa Verdade até hoje nos casos em que não ocorreram a cura. E, quando não ocorria a cura, acabávamos nos julgando, achando que o sentimento impregnado na prática era incorreto. Entretanto, Meishu-Sama sofreu sintomas de derrame cerebral em 1954 e, apesar de não ter se curado, anunciou o nascimento do Messias, ou seja, o nascer de novo, e demonstrou imensa alegria por esse fato. Ele também afirmou que isso é o maior de todos os milagres.

Meishu-Sama veio a ascender no ano seguinte, mas, analisando dentro dos parâmetros da Medicina, ele não estava curado e seu estado de saúde não se reestabeleceu. Em meio ao estado debilitado pelo derrame cerebral, Meishu-Sama disse que nasceu de novo como Messias, celebrou essa ocorrência e informou isso a todos os membros. Isso não ocorreu com o seu estado de saúde recuperado, como pensávamos. A verdadeira saúde não é a que pensávamos, mas sim, a saúde de Deus. Meishu-Sama, finalmente, percebeu que sua própria vida pertence a Deus e que ele recebeu Dele a vida eterna. Isso é algo extraordinário! Penso que isso é uma mensagem de salvação, direcionada para toda a humanidade.

Desejo que todos nós possamos retornar ao Paraíso, para servirmos em comunhão com Meishu-Sama na obra de Criação de Deus, que é ininterrupta e incessante. Penso que esse é o nosso dever como seguidores de Meishu-Sama. Se os senhores pensarem da mesma forma, desejo servir convosco com todos nessa salvação completamente nova, percorrendo com os senhores pelo caminho que nos levará à salvação, sem exceções, de todos os seres humanos.

———-

Por fim, Kyoshu-Sama e sua comitiva cumprimentaram um a um os participantes e tiraram uma foto comemorativa em frente à entrada do Johrei Center. Esse encontroterminou em meio a uma atmosfera harmoniosa, repleta de alegria e cativação, porque Kyoshu-Sama pode ficar muito próximo aos membros.

Este conteúdo está disponível em: 日本語 English