Comemoração pelos 30 anos de Fundação da Sede Central da Coreia do Sul

안녕하세요! – An-nyeong-ha-se-yo! (Boa noite!)

Hoje, dia 7 de novembro, foi o último dia da viagem missionária de Kyoshu-Sama à Coreia do Sul. Kyoshu-Sama e sua comitiva visitaram o Imjingak, localizado cerca de 7 km ao sul da extensão territorial que divide a Coreia do Sul e a Coreia do Norte.

Fundado em 1972, logo após a declaração do armistício entre o Sul e o Norte, o Imjingaku possui complexos que exibem várias peças que retratam as marcas deixadas pelos confrontos entre os exércitos do Norte e do Sul. Fica muito próximo da Zona Desmilitarizada da Coreia (ZDC), com uma extensão territorial com 4 km de largura e 238 km de comprimento.

Primeiramente, Kyoshu-Sama orou em frente ao monumento erguido em homenagem às famílias separadas pela guerra e em memória aos antepassados de famílias norte-coreanas e vítimas da guerra. Nessa ocasião, Kyoshu-Sama disse: “Ao vir até as proximidades da região que separa as duas coreias, há algo que me veio a mente. Portanto, pretendo orar a Deus neste local. O que eu direi a partir de agora é algo que pretendo refletir com todos os senhores”. Após dizer isso, Kyoshu-Sama leu as seguintes palavras de oração:

Nós, seres humanos, nos esquecemos do Paraíso – a terra natal da nossa própria vida. Utilizamos até hoje nossos conceitos sobre o Bem e o Mal, nosso orgulho e nossos critérios para separar o Norte, Sul, Leste e Oeste. Rotulamos aqueles que vivem nessas direções e negligenciamos o fato de que os pontos cardeais também possuem um centro. Deus, perdoe-nos. Reconheço que há um centro para o Norte, Sul, Leste e Oeste, e que esse centro é a alma. Em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, regresso ao Paraíso conduzindo comigo os pontos cardeais, e me entrego a Vós, com os pontos cardeais, como uma existência que recebeu o perdão e foi salva. Rogo para que Vós sejais quem governa os pontos cardeais e para que eu seja utilizado por Vós dessa maneira. Assim Vos servirei.

Em seguida, Kyoshu-Sama entoou a oração Zenguen-Sanji, acompanhado pelo Rev. Narii, presidente da Igreja Su no Hikari, pelo Rev. Shirasawa, presidente da Sede Central Izunome, e por todos os demais membros da comitiva.

Após visitar os complexos do Imjingak, Kyoshu-Sama e sua comitiva se dirigiram para o Aeroporto Internacional de Gimpo. Lá, eles foram recepcionados pelos membros do Johrei Center de Seul, que vieram se despedir de Kyoshu-Sama.

Estão agendadas, para o ano que vêm, viagens missionárias de Kyoshu-Sama para os Estados Unidos, Brasil e países da Europa. Vamos nos empenhar para servir na etapa completamente nova da difusão mundial e na verdadeira Obra Divina de construção do Paraíso Terrestre e salvação da humanidade!

Este conteúdo está disponível em: 日本語 English