Palestra do Rev. Keiichiro Narii
Culto pela Paz Mundial
Sede da Igreja Su no Hikari, Solo Sagrado de Atami
1º de julho de 2019

Felicitações pelo Culto pela Paz Mundial.

Encerrou-se a estação das chuvas e entramos na ansiosa época e que o Sol resplandece de forma deslumbrante.

Desejo expressar minha mais profunda gratidão a Deus e a Meishu-Sama, que está junto a Deus, por termos realizado o culto de hoje envoltos pelas orações de Kyoshu-Sama, que preside a liturgia da nossa religião, sendo que, neste culto, estão presentes membros da Igreja Su no Hikari, Sede Central Izunome e membros da MOA Toho no Hikari que se filiaram à Igreja Su no Hikari.

Há pouco, escutamos o relato da Sra. Akiko Hashimoto, membro da igreja Hamamatsu – Região Shinsei, que, representando os membros de todo o Japão, transmitiu-nos a alegria e os aprendizados que obteve através das orientações de Kyoshu-Sama. Acredito que este relato é uma bênção que Deus outorgou a cada um de nós e, portanto, partilhei do mesmo sentimento e o relatei a Deus. Muito obrigado.

Recentemente, Kyoshu-Sama oficiou, em nome do Messias, o Culto do Paraíso Terrestre, uma cerimônia litúrgica que, para nós, possui um significado extremamente profundo.

Neste ano, apesar das viagens missionárias pelo Japão e ao exterior, recebemos a presença de Kyoshu-Sama no Culto do Paraíso Terrestre. Também contamos com a presença da Mayumi-Okusama e do Masaaki-Sama, sucessor de Kyoshu-Sama. Manifesto minha gratidão por eles interagirem, carinhosamente, com todos os membros.

Além disso, durante o culto, 260 coristas do Coral Aleluia (coral formado por membros) ofereceram a Deus o coro Aleluia do oratório Messias que, assim como Kyoshu-Sama tem nos ensinado, Meishu-Sama amava muito.

Ao escutar o coro, senti uma emoção muito grande. A bela melodia fez o meu coração estremecer e senti uma profunda gratidão por Deus por estar criando e educando nossos sentimentos para aceitarmos o nome Messias, que brilha intensamente dentro de cada um de nós.

Ao participar do Culto do Paraíso Terrestre deste ano, senti que “agora”, este exato momento, é para nós, sem dúvida, a chance única para termos um grande despertar. Ao sentir isso, meu coração foi tomado pela alegria e ansiedade.

No culto, Kyoshu-Sama nos transmitiu as seguintes palavras:

“Tenho forte convicção de que a revelação divina sobre a Transição da Noite para o Dia representa o perdão e graça divinos. Através de Meishu-Sama, através da Transição da Noite para o Dia, Deus quis que a humanidade se lembrasse do Seu profundo amor e do fato de termos nascido na Terra com a Luz de Deus”.

Após transmitir isso, Kyoshu-Sama enfatizou o seguinte:

O que estou tentando transmitir aos senhores aqui é o seguinte: como a Transição da Noite para o Dia já foi concluída, e a Era do Dia já chegou, a Luz brilha intensamente. Essa Luz é a Luz de Deus, a Luz que tem o poder de perdoar os pecados de toda a humanidade”.

O Masaaki-Sama, em sua saudação, nos transmitiu o seguinte:

Para nós, a única referência para compreender ‘o que é a salvação’ é Meishu-Sama, não é verdade? E, para nós, a única maneira para conhecermos ‘o que é a salvação’ é a vida de Meishu-Sama e o caminho percorrido por ele”.

E, com força, nos disse:

Dessa forma, o que Meishu-Sama nos legou em seus últimos anos de vida, ou seja, ‘nascer de novo como o Messias’, é a verdadeira mensagem de salvação de Meishu-Sama.

O significado de ‘salvação’, para cada um de nós, não pode ser outro senão a conclusão da salvação para Meishu-Sama: ‘Nascer de novo como o Messias’”.

Agora, após termos tido a permissão de realizar o Culto do Paraíso Terrestre deste ano, sinto veemente que começou a brotar um sentimento único dentro do meu coração, graças a orientação de Kyoshu-Sama e a saudação do Masaaki-Sama – a pessoa que, de todo coração, mais tem servido a Kyoshu-Sama.

Graças a Kyoshu-Sama, as realizações de Meishu-Sama, desde a revelação da Transição da Noite para o Dia até a fundação da nossa religião e, em seus últimos anos de vida, o anúncio do nascimento do Messias, tornaram-se algo único dentro de cada um de nós. Percebi, dentro de mim, a existência de uma luz que ilumina o caminho que nos levará ao Reino dos Céus.

Portanto, assim como Kyoshu-Sama nos ensinou no Culto do Paraíso Terrestre, quero responder a Deus em voz alta: “Sua Luz, Senhor, certamente existe dentro de mim”.

Novamente, quero gravar profundamente em meu coração que a Luz em nosso interior é a Luz de Deus que existe no nome Messias, e que nela está impregnado o imensurável perdão que supera o raciocínio humano.

No culto, foi exibido o vídeo “Nascemos na Terra para nos tornarmos filhos de Deus – Viagem Missionária de Kyoshu-Sama aos Estados Unidos”, onde foi mencionado o seguinte salmo de Meishu-Sama:

Quando a luz do Messias irradiar em outros países,
     O povo japonês ficará atordoado e agitado.

Pessoalmente, considero que o trecho “o povo japonês ficará atordoado e agitado” se refere a mim.

Kyoshu-Sama, na edição do mês de junho do periódico Shin-Zen-Bi (Verdade, Bem e Belo), foi publicado o seguinte salmo de Kyoshu-Sama:

Finalmente, após tanto tempo, agora eu sei.
     Vós, Senhor Deus, sois o verdadeiro Pai que me concebeu,
     E o verdadeiro Pai que me cria e educa.

Graças a Kyoshu-Sama, agora, finalmente tive a permissão de compreender a existência de Deus, nosso verdadeiro Pai, e que a Sua vontade está impregnada no nome Messias. Senti o quão gratificante é podermos aceitar profundamente o sentimento que Kyoshu-Sama impregnou neste salmo.

O caminho que nos faz despertar para a Verdade do nome Messias está diretamente ligado ao legado de Meishu-Sama: a construção do Reino dos Céus na Terra e a salvação da humanidade. Hoje, dia do Culto pela Paz Mundial, desejo que todos gravemos isso em nossos corações.

Mudando de assunto, a partir deste mês, todos os cultos serão realizados em comunhão entre a Igreja Su no Hikari, Sede Central Izunome e MOA Toho no Hikari, que se filiaram à Igreja Su no Hikari.

Desde fevereiro de 2017, Kyoshu-Sama não tem cedido perante as pressões arrogantes e insolentes dos autoproclamados diretores da Igreja Messiânica Mundial – Igreja Mãe. Movido pelo sentimento de buscar a verdadeira salvação de Meishu-Sama, Kyoshu-Sama, corajosamente, se ergueu sozinho.

Posteriormente, desde maio do ano passado, membros e ministros da Sede Central Izunome, liderados pelos reverendos Shirasawa e Kawatani, demonstraram claramente, mesmo que viessem a perder tudo, a determinação de caminhar sempre unidos ao sentimento de Kyoshu-Sama. Dessa forma, deram um novo início como Igreja Su no Hikari, Sede Central Izunome.

Membros da MOA Toho no Hikari também não cederam as várias pressões que têm sofrido e, buscando as orientações de Kyoshu-Sama, ergueram-se e se filiaram à Igreja Su no Hikari.

Apesar de, em 30 de janeiro do ano passado, a autoproclamada Diretoria Executiva afirmar, unilateralmente, que aboliu a ligação entre a Igreja Su no Hikari e a Igreja Mãe, conseguimos nos alicerçar no lema “Caminharemos sempre unidos ao sentimento de Kyoshu-Sama”, graças ao fervor e profunda sinceridade dos membros e ministros da Sede Central Izunome e da MOA Toho no Hikari, que se filiaram à Igreja Su no Hikari. Tenho transmitido minha mais sincera gratidão a todos, pois isso nos trouxe grande coragem e preciosos aprendizados.

Para nós, membros e ministros da Igreja Su no Hikari, caminhar durante um ano junto aos membros e ministros da Sede Central Izunome e MOA Toho no Hikari, que se filiaram à Igreja Su no Hikari, foi algo extremamente precioso. Transmito-vos, novamente, a nossa gratidão. Muito obrigado!

Ao mesmo tempo, não consigo deixar de sentir a existência de Deus, guiando constantemente a Igreja Su no Hikari, a Sede Central Izunome e os membros da MOA Toho no Hikari, que dedicam sob as orientações de Kyoshu-Sama, durante esse um ano.

No Culto do Outono do ano passado, Kyoshu-Sama nos orientou o seguinte:

Deus, que está com Meishu-Sama, já criou e instituiu Sua verdadeira igreja dentro de nós – a Igreja Mundial do Messias dentro de nós”.

É justamente por existir, dentro de cada um de nós, o espírito pelo qual foi instituída a Igreja Mundial do Messias que Meishu-Sama, neste exato instante, utiliza a Igreja Su no Hikari, a Sede Central Izunome e os membros da MOA Toho no Hikari como uma única instituição.

Acredito, piamente, que Meishu-Sama já está utilizando cada um de nós como uma única organização religiosa.

Desejo que a Igreja Su no Hikari, a Sede Central Izunome e os membros da MOA Toho no Hikari possam se unificar cada vez mais e, liderados por Kyoshu-Sama, possamos unir nossos corações aos membros do mundo inteiro, que partilham conosco o mesmo sentimento, e, em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, possamos servir de corpo e alma na preciosa obra de Deus que concretiza a salvação de toda a humanidade.

Tenho algo a relatar e transmitir a todos minha gratidão.

Os senhores devem se lembrar que, no ano passado, entregamos ao Ministério da Cultura do Japão um abaixo-assinado afirmando sermos veemente contrários a alteração do estatuto da Igreja Mãe, cujo objetivo é excluir o Quarto Líder Espiritual, o Sr. Yoichi Okada, e a Igreja Su no Hikari da Igreja Messiânica Mundial.

Quanto ao abaixo-assinado atual, o sentimento grandioso e sincero dos membros no mundo inteiro, que almejam caminhar sempre unidos ao sentimento de Kyoshu-Sama, está sendo constantemente enviado ao escritório da Sede Geral. Isto é realmente gratificante e expresso minha mais sincera gratidão a todos.

A intenção de alterar o estatuto quebra a ordem e a estrutura da Igreja Messiânica Mundial, pois menospreza o reconhecimento por Kyoshu-Sama e a sua sagrada posição de servir a Meishu-Sama, e objetiva a exclusão de Kyoshu-Sama e da Igreja Su no Hikari. Portanto, para demonstramos nossa determinação inabalável em não aceitar a alteração do estatuto, queremos entregar um número de assinaturas que supera o entregue no ano passado. Atualmente, prevê-se um número superior a meta de 100 mil assinaturas, resultado que supera, surpreendentemente, as 40 mil assinaturas recolhidas no ano passado.

Solicito, novamente, a compreensão e colaboração dos membros no mundo inteiro.

Por fim, a partir do próximo dia 3 de julho, Kyoshu-Sama realizará a Viagem Missionária ao Brasil, o primeiro país em todo o mundo onde foi instituída a Igreja Mundial do Messias. Eu e o reverendo Shirasawa o acompanharemos.

Acredito que Kyoshu-Sama realizará a Viagem Missionária ao Brasil representando, não somente nós que o acompanharemos, como também os membros do mundo inteiro com o sentimento de que todos os senhores também possam participar dessa viagem missionária.

Portanto, acredito ser importante termos o sentimento de, mesmo quem ficar no Japão, participará junto a Kyoshu-Sama da Viagem Missionária ao Brasil.

Nos dias 3 e 4 de agosto, em nome do Messias, será realizado o Culto às Almas dos Antepassados com a presença de Kyoshu-Sama.

Esse culto é importante para nós, pois, junto a todos os antepassados e as pessoas no mundo inteiro, recebermos a grandiosa criação para que toda a humanidade possa nascer de novo como Messias.

Em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, vamos orar no Culto às Almas dos Antepassados para regressarmos ao Reino dos Céus com nossos antepassados e, de todo coração, louvarmos o Senhor Deus que perdoa, salva e ressuscita tudo o que existe.

Encerro minhas palavras orando para que o servir de todos na Obra Divina seja repleto de grandiosas bênçãos e Paz.

Muito obrigado.

Este conteúdo está disponível em: 日本語 English