Palavras de Kyoshu-Sama 

Cerimônia de Aprovação de Responsáveis por Regiões,
Áreas de Difusão e Diretores e Gestores da Sede

 

Sede da Igreja Su no Hikari
1 de outubro de 2019

 

Ainda há pouco, com a permissão de Meishu-Sama, eu humildemente aprovei os recém-empossados responsáveis por região e pelas áreas de difusão, gestores regionais, e diretores e gestores da sede, para que a nova estrutura organizacional da Igreja seja oficialmente adotada.

Ontem, eu aprovei os diretores executivos e membros do conselho superior eleitos recentemente e, em seguida, concedi a minha autorização ao presidente e vice-presidentes recém-eleitos para seus cargos.

A todos os senhores, aos quais concedi minha autorização ontem e hoje, assim como a todos os demais presentes aqui hoje, eu agradeço sinceramente pela sua corajosa decisão de trilhar este caminho de fé unidos a mim em um único sentimento, buscando a verdadeira vontade de Deus ao enviar Meishu-Sama à Terra.

Foi através do sentimento e esforços sinceros de cada um dos senhores, que essa nova estrutura organizacional, de importância verdadeiramente histórica, foi implementada. Estou profundamente emocionado.

Ao mesmo tempo, acredito que a razão pela qual a nova estrutura organizacional pôde se materializar na Terra como algo visível é o fato de Deus, que está junto a Meishu-Sama, ter preparado, anteriormente, dentro de nós, o lugar onde Ele pode transmitir a Sua vontade, ou melhor, Ele preparou “a nova estrutura organizacional de Deus” dentro de nós. Em outras palavras, Deus preparou em nosso interior, um novo coração para nós.

Nosso coração é o lugar onde recebemos a vontade de Deus e também, onde respondemos a ela. Nosso coração é um precioso “receptáculo” através do qual Deus Se comunica conosco.

Para servir na obra de criação e salvação sempre nova do Senhor Deus, nossos corações, nossos receptáculos, precisam estar sempre novos.

Num de seus salmos, Meishu-Sama escreveu o seguinte:

“Ah, uma nova Terra! / Ela precisa ser construída sobre um novo solo!”.

Para concluir a nova obra de criação, o Senhor Deus precisa de uma nova base que possa ser um receptáculo Seu – Ele precisa que nós tenhamos um novo coração.

Para isso, Deus perdoou o nosso velho coração – o nosso coração ignorante e teimoso, o acolheu em Seu Paraíso e o renovou.

Deus já retirou nosso velho coração de nosso interior e, agora, há um novo coração em seu lugar.

Esse novo coração não é nada mais que a “estrutura organizacional de Deus”, um receptáculo, que Deus estabeleceu em nosso interior.

Foi somente por Deus ter estabelecido Sua nova estrutura organizacional, um novo coração em nosso interior, que a estrutura organizacional visível pôde ser criada desta vez.

Deus precisa dessa nova estrutura organizacional! Meishu-Sama precisa dela!

Por quê?

Porque nós fomos escolhidos por Deus para conhecer, através de Meishu-Sama, o nome Messias e a verdade nele contida.

E, porque, fomos nós que, antes de todos os demais, viemos a conhecer o nome Messias, de forma que o Senhor Deus possa trazer a verdadeira salvação a toda a humanidade e realizar a Sua vontade de criação.

Deus preparou a nova estrutura organizacional porque Ele deseja nos utilizar agora, de todas as formas possíveis, neste exato momento.

Sem Sua vontade, essa nova estrutura organizacional não teria sido criada.

Como os senhores sabem, na parte inicial de sua “Palestra de Inauguração”, feita por ocasião da fundação da Sekai Meshiya Kyo ou Igreja Mundial do Messias, no dia do Risshun (início da primavera) no ano de 1950, Meishu-Sama disse que a Igreja Kannon do Japão e a Igreja Miroku do Japão seriam dissolvidas voluntariamente. Ele disse: “deixarão para trás aquilo que construíram até hoje e, trilhando uma nova direção com um novo objetivo, estarão unidas em uma única instituição”, de forma que a Igreja Mundial do Messias pôde ser fundada. Meishu-Sama também afirmou: “Isto tem um significado importantíssimo e nem sequer é preciso dizer que é a materialização da profunda vontade de Deus, e não da vontade humana”, ressaltando que a fundação da Igreja Mundial do Messias fora o resultado da “profunda vontade de Deus”.

Eu acredito que a vontade de Deus ao fundar a Igreja Mundial do Messias, em 1950, e o estabelecimento da nova estrutura organizacional atual são uma só coisa.

A vontade de Deus é uma só – fazer com que nasçam os Seus próprios filhos, ou melhor, renovar todas as coisas de forma que todos os seres humanos possam nascer de novo como filhos de Deus – Messias.

Apesar de não merecermos tal honra, Deus fez com que conhecêssemos o nome Messias – o único nome que pode trazer a salvação – para que Ele possa realizar a Sua única vontade. Hoje, temos uma oportunidade única, quando Deus está nos permitindo servir à Sua vontade através desse nome sagrado.

Quão nobre é isso!

Agarrar ou não essa oportunidade compete a cada um de nós – cabe a nós decidir.

Vivemos nossa vida sem saber quem era o verdadeiro Deus nem qual era a Sua verdadeira vontade. Nós não sabíamos o verdadeiro significado da palavra Messias.

Tendo compaixão pelo nosso estado lastimável, Deus nos estendeu Sua mão salvadora através de Meishu-Sama.

Senhoras e senhores! Através de Meishu-Sama, tomamos conhecimento do Senhor Deus, que é único e vive em nosso interior e no interior de todas as coisas. Através de Meishu-Sama, tomamos conhecimento do nome Messias. Em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, vamos oferecer nossa mais sincera gratidão a Deus, pois Ele nos permitiu conhecer essas verdades e servi-Lo.

Muito obrigado.

 

Versão em PDF: Cerimonia de Aprovacao_Kyoshu-Sama

Este conteúdo está disponível em: 日本語 English