No dia 23 de dezembro, foi realizado de forma solene o Culto do Natalício de Meishu-Sama no Centro de Convenções Twin Messe Shizuoka.

Kyoshu-Sama, Líder Espiritual da Igreja Messiânica Mundial, oficiou o culto, que contou com a presença da Mayumi-Okusama e Masaaki-Sama, seu sucessor, no qual se reuniram cerca de 3500 membros perante Deus e Meishu-Sama para agradecerem de todo coração por termos sido criados e educados por Deus durante todo o ano e celebrarem o nascimento de Meishu-Sama, que nasceu de novo como o Messias.

O culto teve início às 13:00. Após a entrada de Kyoshu-Sama, ele entoou a Oração do Culto do Natalício de Meishu-Sama e as orações Amatsu-Norito e Zenguen-Sanji. Após a reverência à Meishu-Sama, foram entoados salmos de Meishu-Sama, escolhidos para o culto, e lido o ensinamento: “Concretização da profecia do Reino dos Céus”. Em seguida, Kyoshu-Sama ministrou Johrei.

Após a preparação do altar, primeiro recebemos a saudação do Pres. Narii. Em seguida, foi exibido o vídeo: Nascemos na Terra para nos tornarmos filhos de Deus – Viagem Missionária de Kyoshu-Sama à Europa.

Após a saudação do Masaaki-Sama, Kyoshu-Sama se dirigiu ao púlpito e anunciou sua aprovação ao pedido feito pela diretoria executiva de utilizar o nome Sekai Meshia Kyo (Igreja Mundial do Messias) no desenvolvimento de atividades religiosas a partir do próximo Culto do Início da Primavera, que será realizado no dia 4 de fevereiro de 2020. Palmas ecoaram pelo centro de convenções quando Kyoshu-Sama fez esse pronunciamento.

Por fim, 229 coristas subiram ao palco preparado para o coral e, assim como no Culto do Paraíso Terrestre deste ano, cantaram o Coro Aleluia do oratório O Messias, composto por Friedrich Händel (1685-1759). A seguir, todos os participantes cantaram o Hino Regresso ao Lar, cuja letra foi composta por Kyoshu-Sama.

Ao término do culto, Kyoshu-Sama, Mayumi-Okusama e Masaaki-Sama se retiraram do centro de convenções percorrendo o corredor central, atendendo ao pedido dos membros para cumprimentá-los. Os membros, após escutar as palavras de Kyoshu-Sama, retornaram aos seus lares determinados e carregando consigo a alegria e esperança pela nova etapa da Obra Divina que, finalmente, terá início a partir do Risshun (início da primavera) de 2020.

Este conteúdo está disponível em: 日本語