Mensagem do Masaaki-Sama

 

“O verdadeiro caminho”

Julho de 2020

 

Nos últimos anos, encontrei com muitos de vocês e fiz uma pergunta muito simples – simples, mas muito importante para nós. Essa pergunta é: quem é Jesus Cristo? Quem é Jesus Cristo para nós, seguidores de Meishu-Sama?

Essa pergunta é importante, porque Meishu-Sama disse que ele nasceu de novo como o Messias, mas a maioria das pessoas no mundo inteiro acredita que Jesus é o único Messias. Então, temos que responder a essa pergunta. Ou melhor, será que conseguimos evitar essa pergunta? Será que conseguimos evitá-la?

Para responder a essa pergunta, primeiro temos que pensar: queremos seguir Meishu-Sama cem por cento ou não? Como seguidores de Meishu-Sama, será que nós precisamos seguir Meishu-Sama cem por cento e nascer de novo como o Messias?

Se dissermos que “não” e afirmarmos que não vamos conseguir nascer de novo, e que Meishu-Sama é o único Messias, isto significa que negamos Jesus Cristo e todos os cristãos. Por quê? Porque o cristianismo acredita que Jesus é o único Messias. E se acreditamos que Meishu-Sama é o único Messias, todos os cristãos precisam abandonar Jesus para que o mundo seja salvo. Vocês realmente acreditam que isso vai acontecer?

Mas vocês podem dizer: “Não, nós não negamos Jesus”. E, talvez, dizer que “Jesus é um Messias do passado e Meishu-Sama é um Messias do presente, então não estamos negando Jesus”. Mas isto significa que, no futuro, pode aparecer outro Messias que substituirá Meishu-Sama. É isso o que queremos? Nós vamos abandonar Meishu-Sama quando aparecer outro Messias? Eu acho que não!

Ou, talvez vocês podem dizer: “Eu penso diferente disso. Eu fui salvo por Meishu-Sama e isto é o suficiente. Meishu-Sama é o meu Messias, o nosso Messias”. Mas isso não resolve a questão relacionada à salvação dos cristãos, não é mesmo?

A minha resposta a essa pergunta é muito simples: Sim! Sim, nós precisamos seguir Meishu-Sama cem por cento. Sim, nós precisamos seguir ele até o fim. Assim como Meishu-Sama, precisamos nascer de novo como filhos de Deus, como Messias.

Então, eu acredito que todos precisam fazer uma escolha. Vocês vão dizer que Meishu-Sama é o único Messias, que ele é um Messias do presente ou que ele é o “nosso Messias”? Mas eu tenho que dizer a vocês que a escolha de qualquer uma destas opções seria negar Jesus e o cristianismo.

Mas saibam! Nós não estamos na posição de escolher, porque não importa o quanto negamos ou rejeitamos, Deus está vivo dentro de nós. Sua alma chamada Messias existe dentro de nós. Todos nós estamos destinados a nos unir a essa alma e nascer de novo como filhos de Deus.

Não temos outra opção, porque esta é a verdade. A vontade de Deus nunca muda, não importa como pensamos ou no que acreditamos. Se Deus é um só, Sua vontade é uma só. Se Deus é um só, existe somente uma verdade. Um só Deus, uma só vontade, uma só verdade.

Mas não fiquem surpresos quando escutarem que precisamos nascer de novo como filhos de Deus, como Messias. Meishu-Sama disse que precisamos nos tornar deuses. Ele disse que “o ser humano se torna um animal quando decai, e se torna deus quando se eleva”. (“O bem e o mal”) E eu preciso dizer o seguinte: Jesus também apontou que nós somos deuses! (João 10:34) Tanto Meishu-Sama quanto Jesus disseram que nós precisamos nos tornar deuses. Eles estão dizendo que precisamos nos tornar seres humanos divinos.

Então, será que Meishu-Sama não conseguiu fazer isso? Será que ele não se elevou ao Céu, não se encontrou com Deus, não se tornou uno com Ele e não se tornou um deus, um ser humano divino? Meishu-Sama e Jesus estão dizendo que todo ser humano pode se tornar um deus, e não somente pessoas que são especiais.

Isso não é impossível, porque um filho de um pai humano é um ser humano e, assim sendo, um filho de Deus também deve ser um deus.

Agora, não quero que todos cometam o erro de achar que já somos filhos de Deus. Nós ainda não somos. Se já estivéssemos prontos, por que Meishu-Sama disse que ele nasceu de novo? Por que Jesus disse que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus? (João 3:3) Para Meishu-Sama ter dito que havia nascido de novo significa que alguém deu à luz. Foram seus pais biológicos? Eu acho que não. Certamente foi Deus – seu verdadeiro pai, o Pai que está no Paraíso. Ao dizer que nasceu de novo, Meishu-Sama estava nos mostrando que nós também podemos nascer de novo como filhos de Deus.

Então, se você não nasceu de novo, você ainda não é um filho de Deus. Nós ainda não somos filhos de Deus! Ainda não nos encontramos com Deus, nosso verdadeiro Pai, e não vimos o rosto d’Ele.

Encontrar-se com o seu verdadeiro pai…há felicidade maior do que essa? Todos nós queremos ser felizes, não é verdade? Todos os dias, a todo momento, queremos ser felizes. E podemos ser felizes. Se nos elevarmos ao Paraíso, assim como Meishu-Sama fez, e nos encontrarmos com Deus, nós conseguiremos. Isto não é uma história inventada, porque Deus vive dentro de nós. Ele vive dentro de cada um de nós!

Então, quem é Jesus Cristo? Hoje, eu digo a todos vocês de novo que Jesus é o Messias. Ele redimiu nossos pecados – os pecados de toda a humanidade – através de seu sangue e mudou o mundo para sempre. Mas ele disse que precisamos nascer de novo para ver o Reino de Deus. E Meishu-Sama, depois de dois mil anos, herdou o que Jesus desejava e nasceu de novo como o Messias. Ninguém conseguiu isso durante dois mil anos. Como eu sempre digo, Jesus é o Messias para sempre; Meishu-Sama é o Messias para sempre. E nós também podemos ser!

Algumas pessoas podem indagar: como Meishu-Sama pode ser o Messias se Jesus também é o Messias? Deus é um só, mas Ele vive em todos nós e precisamos ser uma só existência com Deus. A alma chamada Messias é uma só, mas ela existe dentro de cada um de nós e precisamos nos unir a ela. Deus é um só, mas Ele está em todos nós. A alma chamada Messias é uma só, mas ela está em todos nós.

Para aquelas pessoas que afirmam que estas palavras soam como uma igreja cristã – seja evangélica, seja católica – então tentem perguntar para um cristão se ele acredita que a sua missão é nascer de novo como filho de Deus, como Messias.

Nós somos diferentes! Somos muito mais do que uma igreja cristã. Ao nascer de novo como filho de Deus, Meishu-Sama nos mostrou a verdade de Deus, a verdade de Jesus, e nós precisamos levar essa verdade para o mundo! Nós vamos concluir o trabalho que Jesus Cristo começou dois mil anos atrás. Como a nossa missão é grande! Quão imensa é a nossa salvação!

E foi Kyoshu-Sama quem nos mostrou o caminho. Ele nos mostrou qual é a verdadeira vontade de Meishu-Sama. Gravando isso profundamente em meu coração, estou determinado a seguir em frente com todos vocês.

Muito obrigado, e que Deus os abençoe e que Deus abençoe a igreja do Messias que existe dentro de cada um de nós.

 

 

Versão em PDF: O verdadeiro caminho

Este conteúdo está disponível em: 日本語 English