No dia 24 de janeiro de 2021, foi realizado o Culto em Memória pelo Aniversário de Falecimento da Segunda Líder Espiritual na Sede da Igreja Mundial do Messias.

No dia 30 de março de 1955, a Segunda Líder Espiritual, Nidai-Sama, sucedeu a Meishu-Sama e assumiu o posto de Kyoshu (Líder Espiritual). Através de viagens missionárias por todo o Japão, ela se encontrou diretamente com os membros, que a amavam e a consideravam como uma mãe afetuosa. Nidai-Sama faleceu em 24 de janeiro de 1962.

Nós, membros, ao celebrar seu aniversário de falecimento, vamos gravar novamente em nosso coração as seguintes palavras de Nidai-Sama:

 
Palavras de Nidai-Sama – 10 de agosto de 1959

Aquilo para o que os membros da nossa Igreja mais devem atentar é não esquecer que existe uma autoridade doutrinária. A expressão ‘autoridade doutrinária’ não deve ser usada levianamente. Pessoas que assumem cargos administrativos na Igreja, como o de diretor executivo ou de chefe de igreja, precisam gravar profundamente em seus corações a existência de uma autoridade doutrinária, e realizar seus estudos.

[…]

Kyoshu, como a própria palavra diz, significa ‘senhor dos ensinamentos’ e Meishu-Sama, enquanto esteve vivo neste mundo, atuava como fundador e, ao mesmo tempo, como Kyoshu.

Cabe ao Kyoshu, de época em época, por ser o responsável máximo da doutrinação, interpretar os escritos originais, compilá-los, unificá-los e propagá-los.

É, por assim dizer, uma autoridade atribuída pelo desígnio de Deus. Após sua ascensão, Meishu-Sama, a partir do Mundo Espiritual, está desenvolvendo a construção do Paraíso Terrestre – seu grande desejo – por meio do atual Kyoshu da Igreja Messiânica. Assim, o sentimento do fundador reflete-se no meu coração e questões básicas quanto à doutrinação são instruídas por mim.

Por conseguinte, ao estudar os ensinamentos, os membros da nossa Igreja precisam estar cientes de que estão sempre sob a autoridade doutrinária do Kyoshu ao realizar seus estudos.

Este conteúdo está disponível em: 日本語 English