Culto pela Farta Colheita – 1º de março de 2022

 
Salmos de Meishu-Sama

Tolos são aqueles que contam mentiras.
Eles ferem a si mesmos com sua própria língua.

———- 

Saibam todos disto:
A semente que alimenta o mal
É o coração de mentiras e falsidades.

————— 

Vocês sabem,
Em suma, o que é o Paraíso Terrestre?
É um mundo sem escuridão, segredos ou mentiras.

————— 

Vós, ó Deus, amais aqueles
Que são honestos
E concedeis abundantes bênçãos a eles!

————— 

Felizes são aqueles
Que sabem:
Embora os olhos humanos possam ser enganados,
Jamais conseguirão enganar os olhos de Deus.

 
Sagradas Palavras de Meishu-Sama

“A superstição de contar mentiras”

O mundo está cheio de superstições, e uma delas é a superstição de contar mentiras, algo que as pessoas muito ignoram. Essa superstição diz que as coisas vão bem, mesmo se vocês contarem mentiras. Nos dias de hoje, as pessoas contam tantas mentiras, mesmo inconscientemente, que se acostumaram com essa maneira de viver. Contar mentiras se tornou um hábito tão frequente que elas nem percebem que estão fazendo isso em tudo. Quando meus subordinados contam mentiras sem notar isso, eu sempre aponto isso para eles. Muitas vezes, eles não entendem o que eu estou dizendo – eles não conseguem nem mesmo distinguir a diferença entre a mentira e a verdade. Depois que eu explico para eles em detalhes, finalmente eles voltam a si, percebem sua mentira e pedem desculpas para mim. Dessa maneira, contar mentiras é tão natural para as pessoas hoje, que elas mal sabem a diferença entre a mentira e a verdade.

Por que elas estão tão acostumadas a contar mentiras? É porque elas acham que ninguém vai descobrir isso. Como elas são ignorantes. Bem, se Deus não existisse neste mundo, eu até poderia entender o pensamento delas. Isso poderia significar que, quanto mais vocês se safam contando mentiras, mais inteligentes vocês são. No entanto, a verdade é completamente o contrário, não é? Afinal, Deus existe. Não importa o quão bem-sucedidos vocês sejam ao enganar os outros, isso durará apenas temporariamente e a mentira será exposta sem falhas. Uma vez que a mentira é exposta, vocês ficarão envergonhados, perderão toda a confiança das pessoas e serão punidos. Ou seja, o resultado será o oposto do que vocês pretendiam inicialmente. No geral, vocês perdem muito por contar mentiras. Alguns podem pensar que Deus não existe, pois Ele não pode ser visto. Eles são como os bárbaros que não reconhecem a existência do ar simplesmente porque este é invisível. Logo, o nível de inteligência daqueles que não creem em Deus é o mesmo dos bárbaros. Contudo, eles pensam como se eles próprios fossem civilizados. Quão patéticos eles são.

Jornal Glória, N.º 120, 5 de setembro de 1951
(trechos)

Este conteúdo está disponível em: 日本語 English